Café realmente interfere no sono?

Por

26 de agosto de 2021
0 comentário
café realmente interfere no sono

Será que o café realmente interfere no sono? Você provavelmente já ouviu falar que não deve tomar café de noite e nem perto de dormir, pois não conseguirá descansar adequadamente ou ter um sono tranquilo. No mínimo, isso levaria a uma noite intranquila e cheia de sonhos, que depois fariam você pesquisar o que significa sonhar com dinheiro, com carros, porcos ou com dentes, por exemplo.

No entanto, será que as coisas funcionam assim mesmo? É fato que o Brasil é o maior produtor e 2º maior consumidor de café do mundo. Portanto, tomar café durante o dia faz parte da nossa cultura e estamos diariamente integrados nisso. Para algumas pessoas, é até tradicional tomar um cafézinho depois do almoço e do jantar para auxiliar na digestão. Isso poderia fazer mal na hora de dormir?

Se você quer aprender se o café realmente interfere no sono e quais os cuidados você deve tomar, siga a leitura do artigo abaixo com atenção!

O café realmente interfere no sono?

Você provavelmente já ouviu falar que o café interfere no sono. E, de fato, há muita verdade nisso. Embora, de certa forma, não seja exatamente como você tenha em mente.

O principal elemento do café que influencia no sono é a cafeína. Essa substância natural está presente em grandes quantidades nas sementes do café, mas também em outros lugares como a erva-mate, o cacau, tipos de chá, a cola e o guaraná.

O efeito da cafeína no corpo é de aumentar a performance mental e física, melhorando o foco, a energia, queima de gordura e atenção, além de nos deixar acordado. De certa forma, a cafeína é como um acelerador do nosso organismo. Isso também traz pontos negativos, claro, como o aumento da pressão arterial, crises de ansiedade, úlceras gástricas, azia e muito mais.

Para alcançar isso, a cafeína se junta a receptores de adenosina no nosso cérebro. A adenosina é um neuromodulador que atua no nosso sistema nervoso central para avisar ao cérebro quando estamos cansados. A molécula faz isso ao se acumular em nossa corrente sanguínea e no cérebro durante o dia. Quanto mais adenosina, maior a sensação de cansaço e o sono. Assim, no fim do dia, não conseguimos mais ficar acordados e vamos dormir (e nos livramos da adenosina durante o sono).

O que a cafeína faz é enganar os receptores de adenosina do cérebro. Basicamente, ela diz para os receptores que não, não há nenhuma dose de adenosina ali e que você pode continuar acordado por causa disso.

Portanto, sim, o café interfere no seu sono. Não há dúvidas em relação a isso. No entanto, o resultado não é aquele que você imagina.

Vamos lá: uma das características da cafeína é que ela é absorvida pelo corpo em pouquíssimo tempo. Em questão de 30, 40 minutos, ela já foi incorporada e já está atuando no seu organismo.

No entanto, ela também é metabolizada muito rapidamente. Isso significa que em poucas horas a cafeína já saiu do seu organismo e a adenosina volta a ser contabilizada normalmente.

Por isso, o efeito dela no seu sono não é tão duradouro assim. Por exemplo, se você tomar café às 19h, a cafeína começará a fazer efeito mais ou menos 19h30 ou 19h40. Depois disso, ela ficará por mais ou menos 3 ou 4 horas no seu organismo, até às 22h30/22h40 ou 23h30/23h40. Ou seja: a pessoa não “viraria a noite” por causa do café.

Além disso, existe um fato relevante a ter em mente: como qualquer outra substância, nosso corpo eventualmente cria resistência contra a cafeína. Por isso, seria necessário doses maiores para que ela fizesse efeito ou simplesmente não faria grande diferença. Por isso, se você toma muito café, então a cafeína já tem um efeito reduzido.

É seguro tomar café?

Sim, é. Apesar dela realmente aumentar a pressão arterial, poder criar úlceras e até mesmo crises de ansiedade, é majoritariamente seguro beber café no seu dia a dia.

A bebida só traz riscos sérios mesmo para quem já tem alguma predisposição a esses problemas ou algum tipo de condição específica. Normalmente, a bebida não compromete e nem coloca ninguém em grandes riscos.

Não é à toa que é uma das bebidas mais consumidas do mundo inteiro, especialmente aqui no Brasil. Além daqui, o café também é muito bebido na Europa, nos EUA, na Ásia e até mesmo na África.

Agora que você viu que o café realmente interfere no sono, mas de maneira diferente para cada pessoa, é hora de reduzir um pouco o seu consumo da bebida, especialmente em horários mais avançados. Talvez depois do almoço ou, no máximo, até às 16h seja um bom horário para tomar o café. Depois disso, prefira chás que não tenham muita cafeína para não atrapalhar na hora de descansar.

E aí, gostou do conteúdo? Então compartilhe este artigo com os seus amigos que amam café!

 

Leia também: Não se intimide com o café especial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *